Data: 20 de julho de 2021 Categoria: Dicas
TIPOS DE TRANSFERÊNCIA DE CARGA ENTRE REDE E GERADORES DE ENERGIA

O Gerador de Energia é uma das principais fontes de energia alternativa. São extremamente importantes para diversos seguimentos, como Obras, Indústrias, Fazendas, Hospitais, Postos de Gasolina, entre outros.

Uma das coisas que ainda gera dúvidas entre os técnicos que atuam neste ramo são os tipos de transferência de carga entre a Concessionária de Energia (Rede) e o Gerador (GMG). E hoje vamos esclarecer essas dúvidas!

 

Imagem 1: Gerador de energia carenado.


Quais são os tipos de transferência?

Aberta, Fechada e Em Rampa.

 

Imagem 2: Quadro de transferência automática (Rampa).

 

Transferência Aberta:

Neste tipo, há queda de energia durante a transferência. O controlador (usca) monitora a tensão da rede e, em caso de falha, comanda a partida do gerador.

Após a tensão do GMG estabilizar, ele comanda a transferência de carga. Quando o controlador verifica o retorno da rede, ele abre a chave do GMG e fecha a chave da rede para alimentar a carga. Mas neste intervalo entre a abertura da chave do Gerador e o fechamento da chave da Rede, o local fica sem energia.

 

Transferência em rampa:

Utiliza-se em locais que há necessidade de fazer horário de ponta (horário de pico). Grandes indústrias, por exemplo, são taxadas com um alto valor na conta de energia caso utilizem a energia da concessionária durante o horário de ponta.

Durante a transferência em rampa, o Gerador começa a alimentar a carga de forma gradual, sem interrupção no fornecimento de energia e sem que a carga entre bruscamente no gerador, ou seja, há um paralelismo momentâneo entre Rede e GMG.

Um bom exemplo são os grandes Supermercados.

Diariamente o Gerador entra em operação, mas não há queda de energia na troca da alimentação da carga. Seria muito estranho o consumidor estar no supermercado e faltar energia, principalmente porque isso ocorre todos os dias.

Assista este vídeo no nosso canal no Youtube para saber mais.

 

Transferência Fechada:

Muito parecido com a transferência em rampa, mas neste tipo a troca da alimentação da carga é feita de uma vez, e não de forma gradual como acontece no sistema em rampa. Este tipo de transferência não é muito utilizada justamente por isso, pois pode ser prejudicial para o gerador principalmente quando a carga alimentada é grande.

 

OBS.: É importante frisar que as concessionárias de energia, por medida de segurança, possuem uma legislação própria para tratar de paralelismo entre gerador e rede.

 

Qual é o tipo mais utilizado?

A transferência de carga de forma Aberta é a mais usada. Isso porque a maioria dos geradores funcionam em modo Stand-By (emergência), ou seja, só operam quando há falha da energia fornecida pela concessionária.

 

Você Sabia?

Você sabia que a KVA fornece os Controladores e todos os outros equipamentos para você automatizar seu gerador? Módulos para transferência aberta, fechada e em rampa.  Entre em contato e saiba mais: (35) 3471-5015 ou através do nosso site: www.kva.com.br.